Um site onde a alma de uma mulher aflora e despe-se

Posts marcados ‘nuvens’

BALADA DE SEMPRE

 

BALADA DE SEMPRE

754683

Espero a tua vinda
a tua vinda,
em dia de lua cheia.

576171

Debruço-me sobre a noite
a ver a lua a crescer, a crescer…

743250

Espero o momento da chegada
com os cansaços e os ardores de todas as chegadas…

a577989

Rasgarás nuvens de ruas densas,
Alagarás vielas de bêbados transformadores.
Saltarás ribeiros, mares, relevos…

677856
– A tua alma não morre
aos medos e às sombras!-

Bruno_Dayan_10

Mas…,
Enquanto deixo a janela aberta
para entrares,
o mar,
aí além,
sempre duvidoso,
desenha interrogações na areia molhada…

90015023762eb8832_49629_l

FERNANDO NAMORA

SOU O QUE SOU

NAS NUVENS

Demora o jeito de olhar para as pessoas
Que você vai descobrir seus amigos de verdade.
( Padre Fábio de Melo )
Tem gente que faz
uma casa nas nuvens:
casa sem portas ou janelas,
aberta para o infinito.
29337_329092783865211_360219345_n
Em dias cinzentos ou tristes ,
basta uma escada de vento
para que se alcance a varanda.
1383654_543223175754307_168206638_n
Aí não existe nem passado
nem futuro,
e o tempo é uma teia azul
feita com a linha dos sonhos.
0b8c60b05d3cf33539dee6109d0df54b-d6obwob
Roseana Murray

Neste meu silêncio…….

2611095

Neste meu silêncio que é só meu
busco um céu aberto fulgurado de estrelas…

544019
Busco um renascer num vôo branco,
onde eu possa atravessar as nuvens,
me adornar com sorrisos claros
e regressar vestida de luz.

V856

Arnalda Rabelo

Esboço de Cantiga

Esboço de Cantiga

203a
Subo e desço noite e dia,
noite dia subo e desço
por mil escadas de nuvens
no castelo em que padeço.
375579
Subo com ramos de flores,
e a água dos jarros esqueço,
há mil escadas de nuvens
no trabalho que ofereço.
563568_661792330503385_765867838_n
Ai, que trabalho tão grande
nas nuvens que subo e desço
não só por águas e flores,
mas recados de mais preço,
417582
que me mandam, que me chamam,
neste sem fim nem começo,
castelo entre a vida e a morte
de um dono que não conheço.
2563344
Subo e desço noite e dia,
gasto-me e desapareço…
Ai que castelo tão alto,
tão alto e sem endereço!
Cecília Meireles

Certas mulheres….


Certas mulheres catam coisas pequeninas
conchas, feijões, letras
outras distraem-se nos espelhos
contam rugas
algumas contam nuvens
criam cachorros e gatos como crianças
certas mulheres guardam mágoas
ressentimentos, botões, elásticos
algumas são como certos homens
não contam nada
ocupadas com coisas incontáveis

Diva Cunha

Nuvem de tags